sábado, 20 de abril de 2013

GP do Kibe (2)

E deu Rosberguinho na pole hoje no Bahrein. A princesa alemã com seu jeito suave e aveludado de guiar colocou os alemães da flecha de prata pela segunda vez consecutiva na pole, o que evidência que o carro é bom para voltas rápidas e está devendo na hora do "vamos ver", que é a corrida.

Pelo Q1 ficaram os de sempre, Marussias, Caterhams e sempre sobra pra um coitado, dessa vez foi Maldonado que se fodeu deu mal.

Surpresa foi Charles Pic ficar a frente de Bianchi, parece que as voltas que Kovalainen deu no carro da Caterham na sexta-feira ajudou os malaios.

Pelo Q2 fiquei surpreso com a degola de Hulkenberg, após de um GP consistente da Sauber na China, o alemão só conseguiu o 14º lugar. Ficaram pelo caminho também, Grosjean, Perez (batata ta assando), Ricciardo, Bottas e Vergne.

No Q3 a surpresa ficou por conta do brasileiro Felipe Massa que optou pelos pneus duros e arriscar uma tática diferente. O brasileiro cravou a sexta marca mas com as punições de Hamilton (5 posições por troca de câmbio) e Webber (3 posição por ter estampado o carro de Vergne na etapa da China) o brasileiro pulou para quarto. 

Rosberg cravou a primeira marca, seguido por Vettel e Alonso. Na sequencia estão: Massa, Di Resta, Sutil, Webber, Raikkonen, Hamilton e Button.

A corrida não promete ser muito agitada em termos de posições e quem cuidar melhor da borracha vai se dar bem.

Minha aposta para a corrida é Alonso, se os pneus macios da equipe funcionarem bem, coisa que se mostrou o contrário nos treinos.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

GP do Kibe

E em meio a tensão no Bahrein, a Fórmula 1 chega ao país para a sua quarta etapa do mundial. Kimi Raikkonen cravou o melhor tempo do dia com 1:34.154 roubando a liderança do treino de Mark Webber que ficou 30 milésimos do finlandes. Fechando os dez, Vettel, Alonso, Di Resta, Massa, Grosjean, Rosberg, Sutil e Hamilton.

Nada de emocionante nesses dois primeiros treinos, pela treino da manhã os pilotos foram de duros e médios a tarde, nada fora do comum. A corrida também não promete ser muito agitada, o que deve por um tempero especial deve ser o desgaste dos calçados da Pirelli e a asa móvel. Também há uma grande expectativa para o possível ataque da Anonymous, um grupo de hacker que ameaçou destruir a festinha de Bernie Ecclestone. Não duvido desses caras não, então se houver uma queda na transmissão no domingo não se assustem...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O fardo...

A temporada de 2013 da GP2 mal começou e Felipe Nasr já tem que carregar um fardo enorme. O de ser o futuro campeão brasileiro na Formula 1. Com os últimos resultados de Felipe Massa na Fórmula 1 o torcedor brasileiro já está desacreditado e resolveu olhar para trás para ver quem está mais próximo da categoria. 

O primeiro da lista é Felipe Nasr, que corre na GP2 pela Carlin e está no seu segundo ano categoria. No currículo o piloto brasiliense tem um brilhante título conquistado na Formula 3 Inglesa.

Que o brasileiro é bom, isso ninguém nega, mas desde a morte de Ayrton Senna ficou aquela lacuna do ídolo que te faz acordar aos domingos de manhã para ver a Formula 1. 

E isso não é exclusivo dos torcedores, a Rede Globo também sustenta essa expectativa em todos os brasileiros que passam pela categoria, afinal se não haver um brasileiro bom correndo a audiência cai não é amigo?

O problema é que isso é muito perigoso para carreira de Nasr, assim como Barrichello e Massa foram digamos que "queimados" por essa expectativa de um piloto campeão, Nasr também pode ser.
A pressão em cima do brasiliense é bem grande, e não é difícil ver os comentaristas da Rede Globo quando mencionam Nasr em alguma ocasião soltarem um "É a nova promessa, É um piloto muito bom, Será o novo campeão...". Isso tudo pode fazer que Nasr tenha uma ascensão prematura para categoria, e cair em uma equipe e um carro não tão bom para ser campeão. O fardo é pesado, e eu espero que Nasr não seja queimado como outros brasileiros foram.


domingo, 14 de abril de 2013

Webber na WEC?

É o que parece, segundo a notícia dada hoje na transmissão das 6 horas de Silverstone pelo jornalista John Hindhaugh, Mark Webber teria assinado um contrato de cinco anos com a Porsche para 2014. É possível que a notícia seja verdadeira ainda mais depois dos últimos acontecimentos na Formula 1 no qual Webber esteja envolvido. De qualquer forma não será a primeira vez que Webber correrá em Endurances. O piloto australiano correu na etapa de 1999 de Le Mans, inclusive o australiano sofreu um acidente bem forte no mesmo GP.

GP do Meu Pastel É Mais Barato (2)

Don Fernandito e las Astúrias é o cara. O espanhol fez uma puta corrida hoje e venceu de forma brilhante. É impressionante como o espanhol consegue andar o tempo todo no mesmo ritmo e de forma agressiva a prova inteira sem hesitar. Sorte dos espanhóis que tem um motivo pra sorrir nesse domingo.

Na largada Kimi Raikkonen largou mal e perdeu duas posições antes da primeira curva. Fernando Alonso e Felipe Massa foram bem espertos e pularam para segundo e terceiro respectivamente. Na quarta volta da corrida o espanhol foi pra cima de Lewis Hamilton e passou na reta dos boxes, Felipe Massa também aproveitou para fazer uma bela manobra em cima do inglês e assumir a segunda colocação.

No pelotão de trás Esteban Gutiérrez fez uma bela de uma cagada e perdeu a freada no fim da grande reta do circuito e encheu a traseira de Adrian Sutil. Não sei se o mexicano deve durar muito na Sauber. Se Esteban continuar tendo o desempenho pífio que teve nessas primeiras provas talvez não haja dinheiro que salve o garoto.

Mark Webber que ficou sem combustível no Q2 e foi punido sendo obrigado a sair em último na corrida tentou dar o pulo do gato e logo na primeira volta arrancou os pneus macios e calçou os pneus médios. A estratégia estava dando certo e o australiano estava entre os 5 primeiros depois das primeiras paradas, porém o australiano cometeu um erro grosseiro na volta 15 tentando passar o francês Jean-Eric Vergne, causando uma colisão. Mark Webber foi obrigado a ir para os pits e trocar a asa dianteira, porém a sorte não estava mesmo do lado do australiano. Logo após sair dos boxes a roda do australiano se desprendeu na penúltima curva do circuito e Mark teve que deixar a prova.

Quem também se enroscou na mesma curva foi Kimi Raikkonen e Sérgio Pérez. O mexicano fechou Kimi Raikkonen na freada fazendo com que Raikkonen danificasse a sua asa e soltando um notório "What the hell he is doing?"

Nico Hulkenberg fez uma boa corrida. O alemão chegou a liderar a primeira parte da corrida e mantendo uma boa diferença para o alemão Sebastian Vettel, porém após a terceira parada o piloto da Sauber perdeu rendimento e chegou em décimo.

Felipe Massa que tinha começado bem a corrida ficou encaixotado atrás de Di Resta em boa parte da prova e chegou em sexto.

Jenson Button fechou em quinto após arriscar uma tática de duas paradas. Sebastian Vettel foi o quarto e manteve a liderança do campeonato.

Alonso venceu a prova com mais de 10 segundos para o segundo colocado Kimi Raikkonen. O piloto espanhol sobrou hoje na pista e deu uma aula de pilotagem. Hamilton fechou em terceiro após um sufoco de Sebastian Vettel na última volta.

Semana que vem tem GP do Bahrein e até hoje, 3 corridas, 3 pilotos vencedores e 3 equipe vencedoras. O equilíbrio de 2012 ainda permanece, essa temporada também promete...

sábado, 13 de abril de 2013

GP do Meu Pastel É Mais Barato

Antes de tudo, não vi nem FP1 nem FP2 e nem FP3. Dormi sei lá, com essa parada da F1 meu relógio F1lógico parou no tempo, só me dei conta que tinha F1 nesse final de semana quando me lembraram via Facebook. Enfim, mas pelo que andei lendo a Ferrari andou bem, Massa liderou um treino, Alonso outro e a Red Bull ta uma grande merda pra esse GP, é isso aí.

Vamos ao qualy, esse eu vi, e logo de cara ficou claro que os pneus chicletes da Pirelli (reza a lenda que quando você tira ele dos cobertores térmicos sai um adesivo bem legal para os mecânicos brincarem no intervalo dos treinos) não duravam nem 3 voltas. O resultado disso foi carros saindo com 9 minutos de treino no Q1.

Degolados foram Vergne, Bottas, Gutiérrez, Bianchi, Chilton, Pic e Van Der Garde. 

Bianchi quase foi ao Q2, foi degolado nos minutos finais. O carro da Caterham é uma bomba e não anda nada, Charles Pic se fodeu deu mal ao trocar os anglo-russos pelos malaios.

Gutiérrez é fraco, se não fosse o dinheiro de Slim, não duvidaria que o mexicano não seria demitido antes do fim do ano.

No Q2 senti uma leve sabotada da Red Bull em Mark Webber. O australiano acabou ficando sem combustível algum e vai ter que largar em último por penalização da FIA. Eu sei que isso aconteceu com Vettel em Abu Dhabi no ano passado, porém a situação era diferente, alemão ficou sem combustível no Q3, não acho que para passar ao Q3 o carro da Red Bull precisaria andar no limite. Além do mais, o erro foi grosseiro, o combustível acabou antes da metade da volta.

Ficaram pelo caminho Di Resta, Pérez, Sutil, Webber e Maldonado.

Pro Q3 o carro de Hamilton sobrou. Raikkonen fez o segundo tempo e o espanhol Fernando Alonso fechou em terceiro. O espanhol quebrou a sequencia de Felipe Massa, que estava a 4 corridas largando a frente do espanhol. 

Fechando os 10: Rosberg, Massa, Grosjean, Ricciardo, Button, Vettel e Hulkenberg.

Button, Vettel e Hulkenberg calçaram os pneus médios e nem fecharam tempo, vão ter pneus médios enquanto a turma da frente sai de macio e vai ter de parar logo no início.

Pra corrida eu aposto em Hamilton, se o carro da Mercedes não deixar o inglês na mão.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

V de Vettel, V de Vingança...

E a última declaração de Sebastian Vettel surpreendeu a todos. O piloto germânico disse que passou Webber na última prova ignorando a ordem da Red Bull por pura vingança. Segundo Vettel, passar Webber foi uma forma indireta de se vingar do companheiro pois no ano passado o australiano poderia ter ajudado o alemão e não ajudou. 

Vettel não afirmou qual o GP mas deixou a indireta no ar que  foi no GP de Interlagos quando Webber espremeu Vettel de forma agressiva na largada.

De qualquer forma já deu pra notar que o clima dentro da Red Bull já era, que Vettel e Webber jamais se falarão pro resto da vida e que Vettel está ferrado se precisar da ajuda de Webber pra algo.

Aliás, o blog está de volta, eu prometo :D