sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O renascimento de Felipe Massa

Eu sei, pode parecer um pouco cedo pra falar que Felipe Massa voltou, renasceu, está em boa forma e etc. Mas eu prefiro botar a minha mão no fogo usando como base a segunda metade da temporada passa da Formula 1 e os treinos de Jerez de la Frontera que ocorreram nessa semana. Como todos sabem após o grave acidente que Felipe Massa sobreviveu em 2009 na Hungria o piloto brasileiro nunca mais foi o mesmo. Quando o piloto estava se recuperando emocionalmente do acidente e se preparando pra dizer que nada foi afetado com a pancada, no GP de Hockenheim em 2010 a Ferrari deu um duro golpe na auto-confiança do piloto brasileiro pedindo a ele para ceder a posição para Fernando Alonso vencer a etapa. A partir daí Felipe foi eterno escudeiro de Alonso. Em 2012 o brasileiro viveu a pior fase de sua carreira com um péssimo inicio de temporada e uma pressão gigantesca dos jornais italianos para a demissão do brasileiro. Mas o renascimento de Felipe começou após as férias do meio de ano da Formula 1 em 2012. O piloto teve uma boa segunda metade de temporada chegando a andar até mais rápido que seu companheiro Fernando Alonso, afastando as críticas e renovando seu contrato para esse ano. Muitos notaram um novo Felipe Massa, mais focado, mais alegre, mas seguro de si. E o ano de 2013 começou bem para o brasileiro. A começar que Fernando Alonso não iria participar da primeira semana de teste em Jerez de la Frontera, o que poderia dar uma certa vantagem ao brasileiro por estar mais acostumado com o carro no início de temporada. Outro fator foi que Felipe cravou a melhor volta da semana em Jerez com o tempo de 1:17.879. Se você juntar tudo que vem acontecendo ao redor de Felipe desde a metade da temporada passada como os bons resultados, estar mais acostumado com o carro desse ano do que seu companheiro Fernando Alonso e a melhor na primeira semana de testes, dá para prever uma temporada forte do piloto brasileiro. É claro que ainda é muito cedo e que esses testes de inicio de ano da Formula 1 não mostram realmente quem é quem, mas conhecendo a carreira de Felipe, que sempre foi muito rápido desde o inicio de sua carreira no automobilismo e que teve que enfrentar dificuldades para seguir o sonho de se tornar um piloto de Formula 1 eu apostaria em um ano forte do brasileiro. Momentos ruins em sua carreira todo mundo tem e não foi diferente com Massa. Só nos resta aguardar para ver o que 2013 promete ao piloto brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário