domingo, 24 de novembro de 2013

Formula Brazuka

Swift FN09, da Super Formula (Antiga Formula Nippon).
Estava aqui pensando sozinho com meus botões (desculpem, minha avó usa essa expressão), e me perguntei o porque que de não termos uma categoria de Fórmula (que não seja de base) totalmente brasileira. Uma Fórmula Brazuka para ser mais específico.

Assim como temos inúmeras categorias de Turismo no Brasil, sinto falta de uma categoria de Fórmula que não seja a Fórmula 3 Sul-americana (que passará a se chamar Formula 3 Brasil ano que vem). Afinal, deve ser muito frustrante para um piloto que fez sua carreira totalmente voltada aos monopostos ter que começar tudo do zero migrando para as categorias de Turismo, GT ou Endurance.

Rubens Barrichello por exemplo, passou quase 20 anos correndo de Fórmula 1, e depois de uma temporada mediana na Indy teve que voltar ao Brasil para correr de Stock Car. O mesmo já aconteceu com Enrique Bernoldi, Antônio Pizzonia, Tarso Marques e vários outros nomes que já passaram pela categoria.

Por que então não somos capazes de criar uma categoria de Fórmula brasileira, mais ou menos como é a Super Formula no Japão?

Atualmente a categoria abriga os ex-F1 Kazuki Nakajima e Takuma Sato, além daqueles que chegaram a testar um carro da categoria máxima do automobilismo ao menos uma vez, como, James Rossiter, André Lotterer, João Paulo de Oliveira e Kohei Hirate.

Ou seja, pilotos que não tiveram mais chances na F1 e só querem continuar correndo no estilo de carro que gostam, sem ter que se adaptar a cockpits fechados.

Por que isso então não daria certo? Imagine só, um grid com Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Cesar Ramos, Luiz Razia, Enrique Bernoldi, Helio Castroneves, entre outros que não tiveram muita oportunidade no seleto e caro mundo da Fórmula 1.

Chassis não seriam problema, afinal, existem um monte de chassis que são descartados com pouco tempo de uso que dão até dó. De 2006 até agora, temos: Swift FN09, atual chassi da Super Formula que será substituído pelos chassis Dallara em 2014, Panoz DP01 que foi abandonado com a união da ChampCar com a IndyCar, e o Panoz DP09, que também foi abandonado após a falência da Super League Formula.

Por falar em Super League Formula, essa sim era uma categoria para os renegados da F1. Tinhamos no grid, Giorgio Pantano, Enrique Bernoldi, Robert Doornbos, Sebastién Bourdais e vários outros pilotos...

Tínhamos também a A1GP, que mesclava jovens pilotos que queriam pegar experiência pilotando carros potentes e aposentados que "ainda davam no couro", como Jos Verstappen.

Espero que um dia alguém além de mim tenha essa ideia e a leve adiante. Além de abrigar pilotos que foram para fora e não deram certo, seria uma alternativa para quem está aqui ainda na Formula 3 e não tem grana para tentar uma GP2.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Pequenos detalhes

Sempre fui um cara muito atento aos capacetes dos pilotos, tanto na pintura quanto na marca. Para quem não repara muito nisso, hoje na Fórmula 1 existem 3 marcas de cascos: Bell, Arai e Schuberth.

Os pilotos da Ferrari, acredito que por contrato, usam sempre a marca Schuberth, enquanto os pilotos da Toro Rosso usam Bell. Mas não são todas que mantém o padrão, a escolha fica mais na mão dos pilotos, que usam a marca que eles julgam ser mais confortável.

Por exemplo: Na Mercedes, Nico Rosberg usa Schuberth, já Lewis Hamilton usa Arai.

E com a saída anunciada de Felipe Massa da Ferrari, confesso que estou muito curioso para ver a evolução de seu capacete, que deverá ficar mais limpo sem os patrocinadores da equipe italiana — e também se o piloto após 8 temporadas usando Schuberth —, irá trocar a marca para Bell ou Arai.

Antes de ser piloto da Ferrari — Felipe de 2002 a 2005 usou sempre a marca Bell —, que na época tinha um capacete feio pra cacete!


E hoje navegando pelo site do Sid Mosca, achei um capacete feito para o filho de Massa, Felipinho, curiosamente usando o modelo da Bell novamente, o que nos leva a crer que o piloto deva optar pela marca ano que vem.


Confesso que gostei do capacete assim limpo. É bom para termos a noção de como será o layout do ano que vem, sem toda aquela parafernália de logotipos da Ferrari e patrocinadores.

Preparando o terreno

Lembram dos boatos que a Gillete será o patrocinador principal da McLaren ano que vem? Então...

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Macau é f*da


Macau é foda mesmo, até o reboque se dá mal...

Vi no ótimo blog do Paulo Alexandre Teixeira, Continental Circus

O fim: Formula 3 Sul-americana (1987-2013)

Sim amigos, depois de 27 temporadas, a Formula 3 Sul-americana como conhecemos irá acabar. Mas calma, não significa que não teremos mais a categoria de base no Brasil.

Isso porque a Vicar — talvez cansada de dar murro em ponta de faca —, resolveu transformar a F3 em uma categoria nacional, passando a se chamar F3 Brasil em 2014.

Concordo muito com a atitude, quem acompanha a categoria sabe que a ela se tornou mais uma categoria brasileira do que sul-americana nos últimos tempos, devido a baixa procura de pilotos não-brasileiros.

De 2008 a 2013 — apenas 14 pilotos estrangeiros passaram pela categoria —, além de que a maiorias das provas eram realizadas nas pistas nacionais. Em tempos de crise financeira no mundo todo, ter provas na Argentina e Uruguai afugentava as equipes pequenas que sempre suaram para participar das corridas com um orçamento apertadíssimo.

Nasce então uma expectativa de dias melhores, com a possibilidade de conseguir um bom patrocinador, tendo em vista que é mais fácil conseguir um acordo para uma categoria nacional do que Sul-americana.

Novamente, a Vicar está de parabéns. Não há motivos para ficar ostentando a marca Sul-americana se os pilotos, equipes e empresas de fora não estão nem aí para a categoria.

Ainda não sei se a Formula 3 Sul-americana deve acabar de vez. Talvez exista uma remota possibilidade da Codasur reciclar alguns chassis e tocar o campeonato por sua própria conta, o que seria bem difícil, pois acredito que equipes como Cesário Formula, Hitech Racing, Kemba Racing e RR Racing vão optar pela categoria nacional.

domingo, 17 de novembro de 2013

Ops... É culpa do estagiário!

As gafes de hoje. A primeira feita pelo pessoal do SporTV que colocou a foto de Valtteri Bottas no lugar da foto do francês Romain Grosjean. E para completarem a cagada, colocaram a foto do oval do Texas no background...

A segunda é protagonizada pelo patrocinador da Williams que resolveu parabenizar a equipe e Bottas (ele de novo!), mas colocou a foto de Susie Wolff na publicação. Os capacetes são parecidos... sabe como é... É culpa do maldito estagiário!

Guimarães campeão

Hoje em Cascavel o piloto radicado em Brasília, Felipe Guimarães se tornou o novo campeão da Fórmula 3 Sul-americana com 2 rodadas de antecedência. O que isso vai ajudar na carreira do piloto? Nada.

Sim, você não leu errado, infelizmente a muito tempo que um piloto que ganhou a Formula 3 Sul-americana não chega nem perto da Formula 1. O último foi o brasileiro Luiz Razia, campeão da temporada 2006, que testou por algumas equipes e quase foi titular para essa temporada.

De lá pra cá, Clemente Faria Jr e Nelson Merlo não conseguiram patrocinadores suficientes e tiveram que rumar ao turismo. Leonardo Cordeiro que venceu de forma avassaladora em 2009, fez duas temporadas medianas na GP3 e sumiu do mapa. Bruno Andrade foi campeão em 2010 e não tivemos mais notícias, Fabiano Machado fez uma temporada na GP3 Series e teve que parar de correr por falta de aporte financeiro, e por último, Fernando Rezende "Kid" foi o vencedor do ano passado e também não deu continuidade na carreira por falta de grana.

Ou seja, já podemos notar que vencer a categoria não ajuda em nada se você precisar arranjar um bom patrocinador. Alie isso ao fato de Felipe Guimarães ser um piloto rodado no automobilismo mundial. Com experiência internacional desde 2007, ele já passou pela Formula 3000 italiana, A1GP, Indy Lights e GP3 Series, antes de voltar ao Brasil. 

Em um mundo onde as equipes de Fórmula 1 e empresas sempre estão atrás dos jovens talentos que despontam logo de cara, isso deve prejudicar e muito Guimarães, afinal, porque eu vou investir em um garoto que foi pra fora e não fez nada se eu posso pegar um Max Verstappen da vida desde o kart?

Resumindo: Olhando os campeões do passado, é bom Guimarães arranjar um bom patrocinador se quiser continuar com o sonho de chegar a Formula 1.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Metralhadora austríaca

E a Red Bull ganhou mais uma integrante para o Hall dos Demitidos do programa de Jovens Pilotos. Isso porque a holandesa Beitske Visser anunciou em seu Facebook que não faz mais parte da equipe.

Não é surpresa para ninguém que a Red Bull é assim mesmo na base do 8 ou 80. Se for bem, fica na equipe com todas regalias possíveis, se for mal, é chutado sem dó nem piedade e jogado aos leões.

Visser se junta ao "seleto" grupo de demitidos que conta com 25 pilotos, sendo eles: Alex Albon, Filipe Albuquerque, Mikhail Aleshin, Jaime Alguersuari, Michael Ammermüller, Pedro Bianchini,  Mirko Bortolotti, Karun Chandhok, Stefano Coletti, Tom Dillmann, John Edwards, Brendon Hartley, Neel Jani, Daniel Juncadella, Mika Mäki, Kevin Mirocha, Daniel Morad, Oliver Oakes, Edoardo Piscopo, Niall Quinn, Jean-Karl Vernay, Stefan Wackerbauer, Robert Wickens, Lewis Williamson e Adrian Zaugg.

Cada vez mais as declarações de Robin Frijns sobre a Red Bull tratar o piloto "como um cachorro" fazem sentido.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Dando uma justificativa

Eu sei que o blog anda meio (leia totalmente) desatualizado, mas é porque essas semanas foram bem complicadas por causa dos estudos para o ENEM (que não deve ter adiantado porra alguma) e porque também iniciei um novo projeto com meus amigos chamado Push To Pass.

Aos poucos devo voltar a postar algumas coisas inúteis mas esse post também é para comentar a estreia da minha coluna no site. E já que Sebastian Vettel é o homem do momento no automobilismo, nada melhor do que falar dele não? Abaixo um trecho da minha coluna.

"Muitos irão falar que Vettel só vence por causa do carro feito pelo gênio da aerodinâmica Adrian Newey, mas existe muita coisa além disso, afinal carro sozinho não vence corridas e campeonatos. É só olharmos para a situação de Mark Webber. 
O sucesso de Vettel pode se resumir a quatro palavras: Talento, dedicação, simplicidade e humildade."

É isso aí pessoal, quem quiser continuar lendo é só clicar aqui.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

De Villota

Notícia triste para os amantes do automobilismo. Segundo o site espanhol Marca, Maria de Villota foi achada morta nessa manhã de sexta-feira. O automobilismo está de luto novamente.

domingo, 6 de outubro de 2013

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

É só ligar o controle de tração


Questionado nessa sexta-feira na Coréia sobre ter ficado em segundo lugar nos treinos livres, Sebastian Vettel brincou dizendo "É só ligar o controle de tração" em alusão as polêmica sobre o carro da Red Bull usar controle de tração, o que é proibido pela FIA. 

Essa é mais umas daquelas teorias conspiratórias para tentar entender o sucesso de Vettel, afinal é mais fácil falar que ele estaria trapaceando do que admitir que ele está vencendo por seus próprios méritos.

Andei lendo os comentários sobre Sebastian e não acreditei quando li que Vettel nunca tinha sentido o gosto de uma verdadeira vitória. MAS O QUE? Preciso lembrar de Monza 2008 novamente?

Falam que Sebastian não é tão bom e que ele só vence porque tem o melhor carro do grid. Bom, Mark Webber tem o mesmo carro e vem sendo surrado pelo alemão. Os que veneram tanto Alonso falando que ele é melhor que Vettel e blá blá blá, se esquecem que Alonso foi campeão em 2005 com um carro que era muito melhor que a Ferrari de Michael Schumacher. Também esquecem, que Alonso em 2007 ficou empatado com Lewis Hamilton na classificação do campeonato. Pra um bi-campeão, melhor piloto da Formula 1, é algo ruim empatar com um piloto que estava estreando na categoria não?

Antes de Vettel ser Vettel, ele estreou em Indianapolis em 2007 e conseguiu um sétimo lugar. Antes de Vettel ser Vettel, ele venceu sem titubear debaixo de um temporal em Monza na temporada de 2008. Antes de Vettel ser Vettel, ele venceu 3 vezes em 2009 com uma RBR que não era o melhor carro do grid, afinal quem dominava tudo era a Brawn, e ficou apenas 11 pontos atrás de Jenson Button na classificação.

O problema é que Vettel está vencendo tudo, e quem assiste acha isso chato.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mais um ano


Notícia fresquinha saindo agora no site da Marussia F1 Team. A equipe acaba de confirmar que Jules Bianchi renovou seu contrato para 2014.

Pra quem esperava que o francês pudesse aparecer em uma vaga na Sauber ou Force India é uma baita decepção, e eu faço parte dos que ficaram decepcionados em certo ponto.

TK


Tony Kanaan estaria próximo de assinar seu contrato com a Chip Ganassi para pilotar o quarto carro da equipe em 2014. Foi o que noticiou o site da FoxSports americana.

Se isso se concretizar, é uma boa para o baiano que finalmente após 3 temporadas penando com a KV Racing Technology vai ter um carro competitivo para disputar a temporada da Indy.

E nessa temporada de boatos e especulações, até Felipe Massa entrou no meio...

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Rush é do c********

AVISO, ESSE POST PODE CONTER SPOILER DO FILME

Hoje estreou no Brasil o tão aguardado Rush - No Limite da Emoção e eu como bom fanático que sou, não pude perder a estréia do filme. O filme logo nos primeiros minutos surpreende, para quem esperava que o filme iria retratar Niki Lauda como um vilão e James Hunt como o mocinho, muda completamente a opinião sobre os dois. Não existem vilões e mocinhos, existem dois pilotos com perfis totalmente diferentes que se tornam heróis ao decorrer da história.
Lauda, que foi praticamente deserdado pela família ao optar por ser piloto de corridas, tem que fazer um empréstimo no banco para se tornar um piloto de Formula 1. James Hunt, um festeiro e namorador que pilotava os carros de Lord Alexander Hesketh. Com o decorrer do filme, a inteligência e determinação de Lauda se evidência junto com suas respostas sinceras e diretas. Se as pessoas compararam tanto James Hunt a Kimi Raikkonen por causa do jeito festeiro, devem começar a comparar Lauda a Raikkonen pelo jeito irreverente e sincero de responder as perguntas. 

No fim da temporada de 1975, James Hunt se vê sem carro para pilotar já que a equipe passa por uma série crise financeira e então ao saber que Emerson Fittipaldi estava deixando a Mclaren, o inglês corre imediatamente para uma entrevista com a equipe. É interessante notar a mágoa que a equipe tem de Fittipaldi no filme, ao dizer que Emerson Fitti-Fuckin'-Paldi deixou a equipe para correr na Coper-Fuckin'-Sucar.

James Hunt após implorar pela vaga e dizer que era melhor que Jacky Ickx é contratado pela Mclaren. A partir daí começa o campeonato com Lauda vencendo corridas e Hunt tendo vários problemas até a etapa de Nordschleife, aonde Niki Lauda sofre o acidente que quase tirou a sua vida. As cenas são emocionantes, Lauda lutando contra a vida começa a ter uma recuperação espetacular ao ver James Hunt vencer corridas e diminuir a diferença para ele. Finalmente em Monza, Niki volta e mantém a disputa do campeonato até a ultima corrida do campeonato. Como todos sabem, James Hunt se torna campeão no final da temporada.

No final do filme, um depoimento de Niki Lauda revela a sua admiração por James Hunt, o austríaco chega a declarar que o inglês foi um dos poucos que ele respeitou na Formula 1 e o único que ele invejou.

Sim, Rush é um filme do c****** como eu disse, vale cada centavo do ingresso, foi tudo feito nos mínimos detalhes para que os fãs de automobilismo não botassem defeitos. Se você ainda não assistiu, está esperando o que para correr para os cinemas?


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Back to Maranello

E não é que Raikkonen voltou pra Ferrari? Parece que ele e Luca di Montezemolo fizeram as pazes, se beijaram, comeram uma bela massa e esqueceram do passado. O contrato é de dois anos e confesso estar ansioso para ver qual será a reação de Alonso caso Raikkonen ande na sua frente. E qual será a reação de Raikkonen se ele receber um "Alonso is fasther than you" pelo rádio. Aguardemos...

Enquanto isso, na Lotus, uma vaga está aberta, Hulkenberg e Massa disputam a tapa, já tem até montagem do brasileiro no carro preto e dourado.


terça-feira, 10 de setembro de 2013

Felipe baby, you were screwed


(Paródia do Felipe baby, stay cool). Confesso que fiquei surpreso com o anúncio de Felipe Massa hoje no Instagram comunicando que seu contrato não seria renovado. Felipe era um bom funcionário para a Ferrari, seguindo ordens sem contestar e tentando pelo menos ajudar Alonso nas corridas. 

Porém ser um bom funcionário foi o erro de Felipe, deveria ter feito como Piquet e Senna fizeram com seus adversários, não dar mole, mandar a equipe a merda e lutar pelo título, assim como Hamilton recentemente fez com Alonso, fazendo o espanhol voltar correndo para a Renault e chorar nos braços de Briatore falando que o piloto inglês foi um mau menino e não quis ajudar ele.

Agora Massa corre contra o tempo, para achar um bom cockpit para 2014 e não ficar se arrastando pela pista em Marussias, Caterhams e Williams da vida. O melhor lugar disponível seria a Lotus, caso Kimi Raikkonen assine mesmo com a Ferrari amanhã. Mas mesmo assim ainda tenho minhas duvidas se será o finlandês o substituto de Massa, será que finalmente a Ferrari vai botar dois campeões mundiais no mesmo time, correndo o risco de dividir a equipe? 

Hulkenberg que já foi procurado em 2009 para substituir Massa quando o brasileiro sofreu o acidente na Hungria também está correndo por fora. Não duvido que Nico entre na jogada, ainda mais que a Sauber está devendo uma certa graninha para a Ferrari.

Mas o que seria menos pior para Alonso? Kimi Raikkonen e seu jeito dane-se tudo ou Nico Hulkenberg, que vem fazendo ótimas corridas pela Sauber e está sedento por um carro competitivo para mostrar seu talento?

Todas essas respostas só teremos nos próximos dias, o fato é que Felipe Massa corre sérios riscos de se aposentar da Formula 1 de forma prematura, ou ir correr em uma equipe fraca e ter o mesmo fim que teve Eddie Irvine por exemplo.


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Menos Um

Mais uma notícia triste pro automobilismo brasileiro. Já está praticamente confirmado o fechamento do Velopark, um dos circuitos mais legais desse país na minha opinião. A notícia foi dada por Cadu Maciel, piloto do Marcas e Pilotos gaúcho, no novo podcast da 3WideClube (Em 41:04), segundo o piloto, a corrida do Marcas e Pilotos e também da Formula Júnior já está cancelada. A única atração no circuito confirmada por enquanto é a etapa da Stock Car que já estava agendada desde o início do ano. Segundo informações, a administração do Velopark não tem mais interesse em sediar corridas oficiais, mantendo a pista apenas aberta para track-days e karts de aluguel.

Perguntei também a Matheus Rouver, piloto da Formula Junior e ele confirmou que a etapa já foi retirada do calendário e lamentou o fechamento da pista.

Nesse cenário melancólico é que o automobilismo brasileiro vai rumando, com Jacarepaguá destruída, Goiânia interditada e Brasília soltando os pedaços em cada curva. São menos 3 e ainda corremos o risco de ficarmos sem Curitiba em 2015.


Adendo 1:  Imediatamente após o post, a organização do Velopark soltou um comunicado sobre o fechamento do circuito. O automobilismo brasileiro agradece.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O país aonde o automobilismo é proíbido

Depois de um tempo afastado do blog, vamos tentar coloca-lo no ar novamente.

Resolvi então trazer uma história bastante interessante e desconhecida pela maioria do público do automobilismo. Sabiam que na Suíça o automobilismo é proibido? Pois é amigos, desde 1955 o automobilismo é algo que não existe na terra de Peter Sauber.

Os grandes prêmios nas terras suíças até existiram, entre 1934 e 1954 porém após o grave acidente acontecido nas 24 Horas de Le Mans em 1955 o governo resolveu vetar o esporte por considerar o esporte perigoso demais.

Daí tu me pergunta, "Ué, mas não tinha o GP da Suíça em 1982?". Sim tinha, porém era na pista de Dijon Prenois, que fica perto da fronteira com a Suíça. Seria o mesmo que fazer um GP em Cascavel e chamar de GP do Paraguai. "E a Formula Renault Suíça?", outro "fake" do automobilismo, levava o nome da Suíça mas o mais próximo que os carros chegaram do país foi novamente na pista de Dijon, o resto do calendário tinha pistas localizadas na Itália e Alemanha. É parecido com a situação atual da Formula 3 Sul-Americana, que leva o nome Sul-Americana mas só corre atualmente no Brasil e Argentina, vai entender...

Em 2007 tentaram tirar o veto, que chegou até ser aprovado porém voltou a ser banido do país em 2009.

sábado, 20 de abril de 2013

GP do Kibe (2)

E deu Rosberguinho na pole hoje no Bahrein. A princesa alemã com seu jeito suave e aveludado de guiar colocou os alemães da flecha de prata pela segunda vez consecutiva na pole, o que evidência que o carro é bom para voltas rápidas e está devendo na hora do "vamos ver", que é a corrida.

Pelo Q1 ficaram os de sempre, Marussias, Caterhams e sempre sobra pra um coitado, dessa vez foi Maldonado que se fodeu deu mal.

Surpresa foi Charles Pic ficar a frente de Bianchi, parece que as voltas que Kovalainen deu no carro da Caterham na sexta-feira ajudou os malaios.

Pelo Q2 fiquei surpreso com a degola de Hulkenberg, após de um GP consistente da Sauber na China, o alemão só conseguiu o 14º lugar. Ficaram pelo caminho também, Grosjean, Perez (batata ta assando), Ricciardo, Bottas e Vergne.

No Q3 a surpresa ficou por conta do brasileiro Felipe Massa que optou pelos pneus duros e arriscar uma tática diferente. O brasileiro cravou a sexta marca mas com as punições de Hamilton (5 posições por troca de câmbio) e Webber (3 posição por ter estampado o carro de Vergne na etapa da China) o brasileiro pulou para quarto. 

Rosberg cravou a primeira marca, seguido por Vettel e Alonso. Na sequencia estão: Massa, Di Resta, Sutil, Webber, Raikkonen, Hamilton e Button.

A corrida não promete ser muito agitada em termos de posições e quem cuidar melhor da borracha vai se dar bem.

Minha aposta para a corrida é Alonso, se os pneus macios da equipe funcionarem bem, coisa que se mostrou o contrário nos treinos.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

GP do Kibe

E em meio a tensão no Bahrein, a Fórmula 1 chega ao país para a sua quarta etapa do mundial. Kimi Raikkonen cravou o melhor tempo do dia com 1:34.154 roubando a liderança do treino de Mark Webber que ficou 30 milésimos do finlandes. Fechando os dez, Vettel, Alonso, Di Resta, Massa, Grosjean, Rosberg, Sutil e Hamilton.

Nada de emocionante nesses dois primeiros treinos, pela treino da manhã os pilotos foram de duros e médios a tarde, nada fora do comum. A corrida também não promete ser muito agitada, o que deve por um tempero especial deve ser o desgaste dos calçados da Pirelli e a asa móvel. Também há uma grande expectativa para o possível ataque da Anonymous, um grupo de hacker que ameaçou destruir a festinha de Bernie Ecclestone. Não duvido desses caras não, então se houver uma queda na transmissão no domingo não se assustem...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O fardo...

A temporada de 2013 da GP2 mal começou e Felipe Nasr já tem que carregar um fardo enorme. O de ser o futuro campeão brasileiro na Formula 1. Com os últimos resultados de Felipe Massa na Fórmula 1 o torcedor brasileiro já está desacreditado e resolveu olhar para trás para ver quem está mais próximo da categoria. 

O primeiro da lista é Felipe Nasr, que corre na GP2 pela Carlin e está no seu segundo ano categoria. No currículo o piloto brasiliense tem um brilhante título conquistado na Formula 3 Inglesa.

Que o brasileiro é bom, isso ninguém nega, mas desde a morte de Ayrton Senna ficou aquela lacuna do ídolo que te faz acordar aos domingos de manhã para ver a Formula 1. 

E isso não é exclusivo dos torcedores, a Rede Globo também sustenta essa expectativa em todos os brasileiros que passam pela categoria, afinal se não haver um brasileiro bom correndo a audiência cai não é amigo?

O problema é que isso é muito perigoso para carreira de Nasr, assim como Barrichello e Massa foram digamos que "queimados" por essa expectativa de um piloto campeão, Nasr também pode ser.
A pressão em cima do brasiliense é bem grande, e não é difícil ver os comentaristas da Rede Globo quando mencionam Nasr em alguma ocasião soltarem um "É a nova promessa, É um piloto muito bom, Será o novo campeão...". Isso tudo pode fazer que Nasr tenha uma ascensão prematura para categoria, e cair em uma equipe e um carro não tão bom para ser campeão. O fardo é pesado, e eu espero que Nasr não seja queimado como outros brasileiros foram.


domingo, 14 de abril de 2013

Webber na WEC?

É o que parece, segundo a notícia dada hoje na transmissão das 6 horas de Silverstone pelo jornalista John Hindhaugh, Mark Webber teria assinado um contrato de cinco anos com a Porsche para 2014. É possível que a notícia seja verdadeira ainda mais depois dos últimos acontecimentos na Formula 1 no qual Webber esteja envolvido. De qualquer forma não será a primeira vez que Webber correrá em Endurances. O piloto australiano correu na etapa de 1999 de Le Mans, inclusive o australiano sofreu um acidente bem forte no mesmo GP.

GP do Meu Pastel É Mais Barato (2)

Don Fernandito e las Astúrias é o cara. O espanhol fez uma puta corrida hoje e venceu de forma brilhante. É impressionante como o espanhol consegue andar o tempo todo no mesmo ritmo e de forma agressiva a prova inteira sem hesitar. Sorte dos espanhóis que tem um motivo pra sorrir nesse domingo.

Na largada Kimi Raikkonen largou mal e perdeu duas posições antes da primeira curva. Fernando Alonso e Felipe Massa foram bem espertos e pularam para segundo e terceiro respectivamente. Na quarta volta da corrida o espanhol foi pra cima de Lewis Hamilton e passou na reta dos boxes, Felipe Massa também aproveitou para fazer uma bela manobra em cima do inglês e assumir a segunda colocação.

No pelotão de trás Esteban Gutiérrez fez uma bela de uma cagada e perdeu a freada no fim da grande reta do circuito e encheu a traseira de Adrian Sutil. Não sei se o mexicano deve durar muito na Sauber. Se Esteban continuar tendo o desempenho pífio que teve nessas primeiras provas talvez não haja dinheiro que salve o garoto.

Mark Webber que ficou sem combustível no Q2 e foi punido sendo obrigado a sair em último na corrida tentou dar o pulo do gato e logo na primeira volta arrancou os pneus macios e calçou os pneus médios. A estratégia estava dando certo e o australiano estava entre os 5 primeiros depois das primeiras paradas, porém o australiano cometeu um erro grosseiro na volta 15 tentando passar o francês Jean-Eric Vergne, causando uma colisão. Mark Webber foi obrigado a ir para os pits e trocar a asa dianteira, porém a sorte não estava mesmo do lado do australiano. Logo após sair dos boxes a roda do australiano se desprendeu na penúltima curva do circuito e Mark teve que deixar a prova.

Quem também se enroscou na mesma curva foi Kimi Raikkonen e Sérgio Pérez. O mexicano fechou Kimi Raikkonen na freada fazendo com que Raikkonen danificasse a sua asa e soltando um notório "What the hell he is doing?"

Nico Hulkenberg fez uma boa corrida. O alemão chegou a liderar a primeira parte da corrida e mantendo uma boa diferença para o alemão Sebastian Vettel, porém após a terceira parada o piloto da Sauber perdeu rendimento e chegou em décimo.

Felipe Massa que tinha começado bem a corrida ficou encaixotado atrás de Di Resta em boa parte da prova e chegou em sexto.

Jenson Button fechou em quinto após arriscar uma tática de duas paradas. Sebastian Vettel foi o quarto e manteve a liderança do campeonato.

Alonso venceu a prova com mais de 10 segundos para o segundo colocado Kimi Raikkonen. O piloto espanhol sobrou hoje na pista e deu uma aula de pilotagem. Hamilton fechou em terceiro após um sufoco de Sebastian Vettel na última volta.

Semana que vem tem GP do Bahrein e até hoje, 3 corridas, 3 pilotos vencedores e 3 equipe vencedoras. O equilíbrio de 2012 ainda permanece, essa temporada também promete...

sábado, 13 de abril de 2013

GP do Meu Pastel É Mais Barato

Antes de tudo, não vi nem FP1 nem FP2 e nem FP3. Dormi sei lá, com essa parada da F1 meu relógio F1lógico parou no tempo, só me dei conta que tinha F1 nesse final de semana quando me lembraram via Facebook. Enfim, mas pelo que andei lendo a Ferrari andou bem, Massa liderou um treino, Alonso outro e a Red Bull ta uma grande merda pra esse GP, é isso aí.

Vamos ao qualy, esse eu vi, e logo de cara ficou claro que os pneus chicletes da Pirelli (reza a lenda que quando você tira ele dos cobertores térmicos sai um adesivo bem legal para os mecânicos brincarem no intervalo dos treinos) não duravam nem 3 voltas. O resultado disso foi carros saindo com 9 minutos de treino no Q1.

Degolados foram Vergne, Bottas, Gutiérrez, Bianchi, Chilton, Pic e Van Der Garde. 

Bianchi quase foi ao Q2, foi degolado nos minutos finais. O carro da Caterham é uma bomba e não anda nada, Charles Pic se fodeu deu mal ao trocar os anglo-russos pelos malaios.

Gutiérrez é fraco, se não fosse o dinheiro de Slim, não duvidaria que o mexicano não seria demitido antes do fim do ano.

No Q2 senti uma leve sabotada da Red Bull em Mark Webber. O australiano acabou ficando sem combustível algum e vai ter que largar em último por penalização da FIA. Eu sei que isso aconteceu com Vettel em Abu Dhabi no ano passado, porém a situação era diferente, alemão ficou sem combustível no Q3, não acho que para passar ao Q3 o carro da Red Bull precisaria andar no limite. Além do mais, o erro foi grosseiro, o combustível acabou antes da metade da volta.

Ficaram pelo caminho Di Resta, Pérez, Sutil, Webber e Maldonado.

Pro Q3 o carro de Hamilton sobrou. Raikkonen fez o segundo tempo e o espanhol Fernando Alonso fechou em terceiro. O espanhol quebrou a sequencia de Felipe Massa, que estava a 4 corridas largando a frente do espanhol. 

Fechando os 10: Rosberg, Massa, Grosjean, Ricciardo, Button, Vettel e Hulkenberg.

Button, Vettel e Hulkenberg calçaram os pneus médios e nem fecharam tempo, vão ter pneus médios enquanto a turma da frente sai de macio e vai ter de parar logo no início.

Pra corrida eu aposto em Hamilton, se o carro da Mercedes não deixar o inglês na mão.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

V de Vettel, V de Vingança...

E a última declaração de Sebastian Vettel surpreendeu a todos. O piloto germânico disse que passou Webber na última prova ignorando a ordem da Red Bull por pura vingança. Segundo Vettel, passar Webber foi uma forma indireta de se vingar do companheiro pois no ano passado o australiano poderia ter ajudado o alemão e não ajudou. 

Vettel não afirmou qual o GP mas deixou a indireta no ar que  foi no GP de Interlagos quando Webber espremeu Vettel de forma agressiva na largada.

De qualquer forma já deu pra notar que o clima dentro da Red Bull já era, que Vettel e Webber jamais se falarão pro resto da vida e que Vettel está ferrado se precisar da ajuda de Webber pra algo.

Aliás, o blog está de volta, eu prometo :D

terça-feira, 26 de março de 2013

Lewis...

O menino Lewis Hamilton testando a Mclaren em 2006.
Estaria Lewis com saudades?

Eita porra!


Olha o acidente que o Mans Grenhagen sofreu na etapa da Formula 3 Européia em Monza.
Com a chuva torrencial que caia no circuito italiano o piloto não viu o carro da frente frear e acabou sendo catapultado e capotando várias vezes. O piloto saiu ileso do acidente.


Até quando?...


Quem acompanha a NASCAR sabe que nas últimas corridas Joey Logano e Denny Hamlin criaram uma grande rivalidade após alguns encontros dos pilotos na pista. Porém no último domingo essa rivalidade atingiu o nível extremo.

Como já se sabe a NASCAR deixa a politica do "payback" rolar solta. É comum ver pilotos voltando para a prova para se vingar de toques que sofreram no meio da corrida.

Na etapa de Fontana na Califórnia, Joey Logano e Denny Hamlin disputavam a liderança, e como os dois se amam a disputa não foi nada limpa. Com fechadas e toques os carros vieram disputando até a última curva quando os dois se desestabilizaram e foram pro muro. Quem se deu mal nessa história foi Denny Hamlin que foi de frente ao muro interno e acabou fraturando uma vértebra.



A pergunta que fica é até quando a NASCAR vai permitir que isso ocorra em pista? Será que vamos ter que ver um piloto morrer para então começarem a punir severamente essa atitude?

Joey Logano após o fim da prova ainda se envolveu em mais confusão. Tony Stewart enfurecido foi pra cima do piloto no pit-lane, acusando-o de te-lo fechado em uma das relargadas da prova.

Kyle Busch que não tinha nada haver com isso acabou vencendo a prova.

GP Do Koala Lampante (5)

E o "kissuco ferveu" no GP do Malásia após o fim da prova. Sebastian Vettel, o menino moço, bonzinho fez uma coisa muito feia. Só não vai apanhar do papai Helmut Marko por que é o caçulinha e preferidinho dentro da equipe. Mas já falamos disso, vou começar pela largada.

Logo na largada, Felipe Massa largou mal e caiu pra sexto, quem se deu bem até a primeira curva foi Fernando Alonso, porém a Chiliquenta das Astúrias calculou mal o espaço na primeira curva e acertou de leve a traseira de Vettel. O toque foi suficiente para quebrar a asa de Alonso e fazer um churrasco no meio da pista de tanta faísca que saía do seu "aleron delantero". Os erros continuaram ainda na abertura da segunda volta quando Ferrari e Alonso decidiram não trocar a asa logo na primeira volta. A decisão custou a corrida de Alonso, que no fim da reta virou passageiro quando a asa entrou debaixo do seu carro, fazendo o espanhol só parar na caixa de brita.

A pista secou e os pilotos calçaram os sapatos para piso seco, e a corrida voltou a ser normal e morna. Kimi Raikkonen fez uma corrida risível e não teve o mesmo brilho de Melborune. 

E o que falar da Force Índia hein? Depois de mandar bem na Austrália os indianos tiveram algum tipo de problema na porca da roda dianteira esquerda e recolheram os dois carros por questões de segurança.

Felipe Massa não foi bem, perdeu a chance de conseguir um bom resultado e abrir uma grande vantagem para cima de Alonso, porém o brasileiro terminou apenas em quinto e abriu só quatro pontos para o espanhol.

No pelotão de trás destaque para Bianchi que fez uma boa corrida e terminou em 13º a frente dos outros nanicos. Chilton não anda nada e foi o último dos que terminaram.

A Sauber coitada, vai se dar mal com o risível Esteban Gutiérrez, se o mexicano não acordar pra vida vai terminar atrás das nanicas logo logo.

E agora vamos ao assunto polêmico, o bafafá do dia.

No fim da prova, quando os pilotos da RBR já tinham feito a sua ultima parada a ordem passada para os pilotos foi a seguinte. "Baixem a porra dos giros dos motores, tragam esses carros para os boxes e venham tomar Red Bull". Mark Webber fez, Sebastian Vettel não.

O alemão veio com tudo pra cima do canguru desolado e em condições desiguais passou Mark Webber. A consequência desse ato foi grande. Na sala que antecede o pódium Mark Webber não tinha aparecido, Sebastian Vettel estava com a cara fechada e levando uma mijada controlada de Adrian Newey. De repente surge Mark Webber, e o australiano nem olha na cara do alemão.

A tensão era grande, Lewis Hamilton também não estava dos mais sorridentes, a Mercedes tinha soltado uma ordem de equipe, proibindo Nico Rosberg de atacar o inglês nas últimas voltas. Rosberguinho mandou um "Vou me lembrar dessa" para Ross Brawn.

A atitude de Brawn foi desaprovada por Niki Lauda e Toto Wolff. 

Disseram no Twitter, "Ross Brawn saiu da Ferrari, porém a Ferrari não saiu de Ross Brawn".

Voltando a equipe dos energéticos, na entrevista coletiva Webber desceu a lenha em Vettel, dizendo que o alemão será protegido pela Red Bull após o caso. Vettel pediu desculpas em público a Webber e disse que foi a ovelha negra do dia. Ficou clara que a situação azedou de vez na Red Bull.

Imagine se na disputa pela vitória os dois tivessem se tocado e acabado com a corrida? As consequências poderiam ter sido bem graves, não duvidaria que terminaria em porrada dentro da pista entre os dois companheiros.

No fim da prova começaram a pingar vídeos que mostraram o quanto Webber ficou bem puto com o que aconteceu. Vamos ao primeiro vídeo.



Isso aconteceu após a ultrapassagem de Vettel, Webber ficou putão e mostrou o dedo do meio para o companheiro.

Esse no fim da prova mostra a indignação de Webber, que passa bem longe do muro para não comemorar com a equipe o segundo lugar e depois dá uma fechada em Sebastian Vettel.

Realmente a situação ficou feia dentro da equipe RBR, rolaram boatos que Mark deixaria a equipe, porém o pai dele já afirmou que o filho não deixará a equipe. Os noticiários das próximas semanas serão bem agitados...

GP Do Koala Lampante (4)

Com um pouco de atraso mas vamos lá, esses dias tem sido bastantes cheios e tá complicado de fazer tudo ao mesmo tempo.

Tivemos domingo a segunda corrida da etapa de Sepang da GP2 Series. Logo na largada vimos uma bela cagada causada por James Calado que foi afobado ao tentar passar Fabio Leimer, quebrou a asa dianteira, foi pra grama e pegou Julian Leal e Sam Bird na curva 4. A batida poderia ter sido mais séria se o carro de Calado tivesse acertado um dos dois carros em T.

Os comissários decidiram punir Calado, que vai perder 10 posições no grid da próxima corrida. Destaque para a corrida de Mitch Evans, que na sua segunda corrida na GP2 já conseguiu um pódium.

Felipe Nasr chegou em segundo após uma forte pressão no líder e vencedor da prova Stefano Coletti. Aliás Coletti parece ter se encontrado na carreira, com os resultado das duas provas o monegasco lídera o campeonato.

A próxima corrida da GP2 está marcada para os dias 20 e 21 de abril no Bahrein.

Confira o vídeo do acidente de James Calado

sábado, 23 de março de 2013

GP Do Koala Lampante (3)

E foi dada a largada da temporada de 2013 da GP2 Series. E surpreendentemente não tivemos nenhum strike na largada (Deve ser pela ausência de Rodolpho González). 

O que vimos foi uma corrida morna com poucas emoções. Destaque mesmo para Fábio Leimer que fez uma puta largada e engoliu Nasr e Calado na primeira curva. Calado e Nasr também protagonizaram uma disputa intensa na primeira volta e o brasileiro levou a pior quando foi jogado para fora da pista perdendo várias posições.  No pelotão de trás Marcus Ericsson fez uma cagada linda ao decolar  na primeira volta. Adrian Quaife-Hobbs e Daniel de Jong protagonizaram uma cagada maior ainda.

Quaife-Hobbs esqueceu de frear na ultima curva do circuito e tirou os dois carros da MP Motorsport da prova. 

Felipe Nasr fez uma corrida apática e chegou em quarto. Leimer e Coletti ainda protagonizaram uma bela disputa no fim da prova e quem levou a melhor foi o piloto da Racing Engineering, com James Calado completando o pódium.

Daqui a pouco tem a segunda corrida ao vivo no SporTV2 com Nasr largando sétimo.

sexta-feira, 22 de março de 2013

GP Do Koala Lampante (2)

Hoje também tem a primeira corrida da GP2 ao vivo no SporTV2 as 0:15h e Felipe Nasr larga em terceiro. O brasileiro promete fazer uma corrida, na classificação ele ficou apenas 0.008 atrás de Stefano Coletti que fez a pole. Outro piloto que promete vir forte é James Calado que marcou o segundo tempo 0.004 atrás do pole monegasco. Essa temporada promete ser muito boa com as promessas Nasr e Calado disputando o título. Quem também deve aparecer é Stefano Coletti que já está dando aula de mestrado na GP2. Vamos torcer pelo brasileiro hoje a noite!

GP do Koala Lampante

Ah Lotus sua danadinha... Se fez de morta na pré-temporada e resolveu mostrar seus dentes. Ou será Raikkonen o danadinho da vez? Até agora só vimos o finlandês andar bem com o carro preto e dourado, o seu companheiro Romain Grosjean por enquanto está no meio do pelotão sem brilhar muito. Pelo jeito as mijadas que deram no francês após as cagadas feitas no ano passado amedrontaram o pobre kamikaze. 

Mas voltemos aos treinos, no primeiro treino, Webber cravou a primeira marca com 1:36.935, metendo +0.68 em Kimi Raikkonen que já mostrou as caras nesse treino. Sebastian Vettel veio logo atrás. Alonso, Rosberg, Sutil, Massa, Di Resta, Hamilton e Grosjean fecharam os dez. De emocionante no treino apenas a rodada do estreante Esteban Gutiérrez que quase encheu a traseira de Felipe Massa na curva 14.

Já no segundo treino livre Kimi Raikkonen cravou a melhor marca com 1:36.569, seguido por Vettel e Massa que cravou um bom tempo. Fernando Alonso veio logo atrás 3 décimos acima do tempo do brasileiro. Webber, Grosjean, Rosberg, Di Resta, Hamilton e Sutil fecharam os dez.

No fim do treino a chuva desabou em Sepang e acabou com o treino livre, alguns pilotos ainda foram pra pista pra testar os pneus de chuva e só. 

Na madrugada de hoje as 2h da manhã tem o terceiro treino livre. Será que a força da Lotus de Kimi Raikkonen vai e confirmar ou Red Bull e Ferrari podem ameaçar o piloto finlandês? Veremos...

domingo, 17 de março de 2013

GP do Parque do Alberto (6)

Corridaça ontem em Melbourne. Essa temporada da Formula 1 promete. 
A Red Bull mostrou que tem um carro muito bom pra treino, mas para corrida os rubro taurinos estão ficando para trás. A Lotus mostrou que é um carro muito bom para corrida, que gasta pouco pneu e colocou Kimi Raikkonen como um dos postulantes a título.

A corrida começou como previsto com a pista seca, Mark Webber confirmou o seu azar em casa e caiu pra sétimo logo na largada. Felipe Massa que largou em quarto, fez uma largada super agressiva e pulou pra segundo com Alonso em terceiro.

Ainda na primeira volta, o brasileiro recebeu fortes ataques de Fernando Alonso, porém o brasileiro conseguiu sustentar a posição. 

Com o decorrer das voltas, Felipe Massa tinha melhor rendimento que Vettel e era o piloto mais rápido na pista, porém na segunda parada o brasileiro errou a estratégia e acabou deixando para parar mais tarde. Com isso o brasileiro perdeu posição para Alonso, Vettel e Sutil. 

E no fim da prova, surge Kimi Raikkonen com uma estratégia de duas paradas o finlandês fez a estratégia dar certo para vencer a corrida. Quem também fez uma corridaça foi Adrian Sutil, que liderou a prova por um bom tempo e chegou em sétimo. 

No fim do pelotão, deve se destacar a corrida de Jules Bianchi que mostrou que é um bom piloto chegando em décimo quinto apenas uma volta atrás do líder, enquanto seu companheiro e os Caterham chegaram a duas voltas. Na próxima semana tem o GP de Malasia e com grandes chances de chuva.

Confira o resultado final da prova:


sábado, 16 de março de 2013

GP do Parque do Alberto (5)

"Habemos qualy" declarou hoje Charlie Whiting depois de adiar o Q2 e Q3 de ontem. E o Q2 começou com pista molhada com os pilotos partindo para o circuito de Alberto Parque com os pneus intermediários. Conforme os carros iam passando um trilho se formou e alguns pilotos arriscaram colocar os pneus super macios. 

Mas ainda não era a hora, Button colocou e  não gostou, voltou correndo para os boxes e calçou os sapatos para pista molhada. Sérgio Pérez foi a cobaia da Mclaren e ficou na pista tentando baixar o tempo. 

Nada feito, o mexicano se fodeu deu mal e larga em décimo-quinto. Hulkenberg, Sutil, Vergne, Ricciardo e Bottas também ficaram fora do Q3. 

Para o Q3 a pista já estava mais seca e todos calçaram os pneus super-macios e aí adivinha quem fez a pole? Sebastian Vettel meteu 4 décimos em Webber e 6 décimos em Hamilton. O alemão está se mostrando imbatível para essa temporada.

Felipe Massa vai largar na frente de Alonso, o brasileiro superou o espanhol por 3 milésimos, um peido de tempo diria eu. Não é uma diferença gritante, mas já ajuda na auto-confiança do piloto brasileiro na disputa interna com Fernando. Rosberg, Raikkonen, Grosjean, Di Resta e Button fecharam a lista dos dez.

A largada está prevista para as 3:00h da manhã com transmissão ao vivo pela Rede Globo. Não há previsão de chuva para o horário da prova. Sorte de Vettel, que fará um passeio em Albert Park.

GP do Parque do Alberto (4)

Ontem em Melbourne (estou contando o fuso horário australiano) o que se viu no terceiro treino livre e classificação total foi um caos total. No terceiro e último treino livre antes da classificação, o treinos começou no seco, porém cerca de 10 minutos depois uma chuva caiu sobre Melbourne e atrapalhou os pilotos, quem ficou o melhor tempo foi Romain Grosjean que fez a marca ainda no seco, seguido por Alonso e Massa. Já na classificação um temporal caiu sobre o circuito australiano e o início do qualy foi atrasado em 30 minutos.

Sobre uma condição terrível de pista os carros saíram dos pits e foram marcar os seus tempos, Hamilton rodou logo na sua segunda volta rápida e quase deu adeus a classificação. Giedo Van Der Gardner Garde perdeu um bico e no meio daquela corrida de barcos os pilotos iam marcando seus tempos. Felipe Massa se esborrachou e deu sorte de conseguir trazer o carro aos pits, outro que se esborrachou na mesma curva foi Esteban Gutierrez, que ficou mais de 5 minutos dentro do carro após a batida. Deve ter ficado envergonhado ou chorando com medo de Peter Sauber. Charles Pic foi outro que também deixou um aerofólio pelo caminho.

Ficaram fora do Q2 os dois pilotos da Caterham, os dois da Marussia e Pastor Maldonado que errou a sua volta rápida e foi cortar a grama do circuito. Com as condições terríveis de pista a FIA adiou o Q2 por mais de 30 minutos e como não havia luz ambiente o treino foi adiado para hoje as 21:00h de Brasília, sem transmissão ao vivo por nenhum canal brasileiro (nos viremos com stream da SkySports). Azar nosso que ficamos acordados até 5:45h esperando o treino recomeçar. E ainda tive que acordar cedo pra ir pra feira, esse é o país que quer sediar a copa? Daqui a pouco tem o final desse qualy que também está previsto para acontecer com chuva.

sexta-feira, 15 de março de 2013

GP do Parque do Alberto (3)

E a Red Bull saiu do armário de vez nessa FP2. Após Vettel liderar o primeiro treino livre os rubro-taurinos fizeram uma dobradinha nesse segundo treino livre, colocando Mark Webber em segundo lugar. Em terceiro lugar apareceu Rosberguinho que tomou 4 décimos de Vettel. As duas Lotus de Raikkonen e Grosjean fecharam o Top 5. Alonso, Hamilton, Massa, Sutil e Hulkenberg fecharam a lista do dez. Com esse segundo treino deu para notar a força da Red Bull Racing que mostra ser o carro mais rápido do grid e uma briga bem equilibrada para ver quem será a segunda força no grid. Lotus, Ferrari e Mercedes mostraram ter um carro quase no mesmo nível. O carro ruim da Mclaren se confirma treino após treino, Button já disse que se conseguirem ir ao Q3 já será um milagre. Outra que aparenta ter regredido é a Williams que dá sinais que voltará a brigar pelas posições intermediárias. Quem continua impressionando é a Marussia (leia-se Bianchi) que colocou novamente pelo menos um carro à frente da Caterham e andou bem próximo das equipes medianas. Aliás treino após treino o talento de Jules Bianchi só se confirma. Desde quando assumiu o carro da Marussia o francês vem dando uma surra em Max Chilton. A melhor coisa que aconteceu para a Marussia esse ano foi o cheque de Razia ter voltado.  Confira os resultados dos treinos.



Na madrugada de hoje tem o terceiro treino livre as 0:00h com transmissão pela SporTV. 

quinta-feira, 14 de março de 2013

GP do Parque do Alberto (2)

Duas coisas a se dizer. A primeira é que Sebastian Vettel apareceu no primeiro treino livre com um capacete homenageando o paraquedista da Red Bull que saltou da estratosfera no ano passado. O capacete é esse à esquerda. Outra coisa foi que a Marussia anunciou o piloto Rodolpho González como seu terceiro piloto caso Bianchi ou Chilton se arrebentem em um muro qualquer. O anuncio da Marussia só evidêncía que qualquer um pode chegar com um caminhão de dinheiro e virar piloto de F1. Se já bastava Max Chilton de ruim agora tem a possibilidade da ascensão de González. Quem assiste a GP2 sabe que o piloto venezuelano é tão ruim quanto Chilton, é um Grosjean sem velocidade e talento. Espero que pelo bem da Formula 1 isso não se confirme.

GP do Parque do Alberto

Depois de uma pausa no blog de uns dias estamos de volta. E para comentar o fim da abstinência da F1, que voltou hoje as atividades de um GP oficial. As primeiras impressões desse primeiro treinos foram boas. A Red Bull Racing que tanto escondeu o jogo na pré-temporada mostrou as caras e marcou o primeiro tempo com Sebastian Vettel que fez 1.27.211. Em segundo lugar veio o brasileiro Felipe Massa que parece ter espantado a nuvem negra que pairava sobre sua carreira. O brasileiro marcou um ótimo tempo com 1.27.289. O terceiro lugar ficou com Fernando Alonso que marcou 1.27.547, Lewis Hamilton e Mark Webber fecharam os 5 primeiros. O que se deu pra notar nesse primeiro treino, que ainda é inconclusivo é que a RBR e Ferrari estão muito bem. Lotus e Mercedes vem logo atrás e a decepção ficou por conta da Mclaren. Na briga das nanicas a Marussia colocou os dois carros a frente da Caterham que claramente parece ter um carro mal nascido, azar de Pic que trocou os anglo-russos pelo time malaio. Esse treino também serviu para dar um animo a mais para o brasileiro Felipe Massa que andou bem próximo de Vettel e ainda colocou mais de 2 décimos no seu companheiro Fernando Alonso. Por mais que tenha sido só o primeiro treino e o espanhol talvez não tenha acertado uma volta boa, lá no fundo, no subconsciente do brasileiro, cresce a sua confiança. No minuto final o treino quase foi interrompido com a rodada de Paul di Resta que foi parar na caixa de brita, porém o escocês conseguiu voltar para a pista. Daqui a pouco tem o segundo treino livre e mais comentários. Confira as tabelas de tempos desse primeiro treino.